Você quer ter sensação de segurança?

Se sua resposta é SIM, me desculpe, mas você está errado! 

O natural é todo ser humano querer sempre se sentir em condições de segurança, pois é inconcebível vivermos sempre com a sensação de insegurança, porém, no Brasil, pelos altos índices de criminalidade urbana, a sensação de segurança é uma grande armadilha para o cidadão comum.

Primeiramente precisamos entender que os dois principais preceitos de ação de criminosos são: 

  1. Supremacia da força
  2. Efeito surpresa

Quando o ser humano tem sensação de segurança, por natureza, seu nível de atenção reduz. Podemos nesse caso traçar um paralelo a lutadores de boxe, ou seja, é o mesmo que “baixar a guarda”. Desta forma, o cidadão acaba justamente se colocando em estado de risco, pois facilita o efeito surpresa que está sendo muitas vezes aguardado pelo delinquente.

É extremamente comum que consumidores adquiram serviços, produtos ou equipamentos de segurança, para conquistarem a sensação de segurança. Ao longo de toda minha carreira de consultoria no segmento de segurança, me deparei com pessoas buscando a solução mágica, com a expectativa de comprar câmeras de monitoramento para não terem suas residências invadidas por delinquentes. Na verdade, o que todos estavam buscando era sensação de segurança para satisfazerem uma necessidade psicológica e não buscando efetivamente segurança.

Qualquer cidadão sabe que uma câmera não é capaz de parar uma pessoa, o que ela faz é simplesmente filmar. Esta imagem pode ser monitorada em tempo real, o que pode permitir uma ação preventiva de segurança, neste caso; ou armazenar imagens em um servidor para futuramente serem acessadas quando necessário, mas em momento algum elas param uma ação criminosa. Algumas pessoas ainda acreditam que as câmeras podem ser uma ferramenta inibitória contra crimes, o que eu não acredito no Brasil, onde temos criminosos que na grande maioria já são condenados pela justiça e estão foragidos ou estão em liberdade pelo sistema penitenciário semiaberto ou aberto, além de serem extremamente audaciosos e possuírem a sensação de impunidade total gerada por nosso sistema de justiça.

Por isso, também não acredito em propostas que tentem enganar os bandidos, como por exemplo o famoso Wilson, boneco que ganhou notoriedade por ser uma inovação apresentada no reality show Shark Tank Brasil. Esse tipo de produto, pode gerar a tão sonhada sensação de segurança, mas não engana ninguém além do seu próprio usuário.

Desta forma, temos que saber que para termos efetivamente segurança, dependemos de tratar o assunto com muita seriedade e dedicação, pois para termos segurança efetiva, primeiramente precisamos assumir a nossa responsabilidade sobre a nossa segurança, cuidando sempre de termos um planejamento, um projeto específico, utilizando ferramentas efetivas de segurança, desenvolvendo procedimentos para redução de riscos, e controlando estarmos sempre executando nosso processo de forma correta.

Sendo assim, entendo que sensação de segurança é inversamente proporcional a segurança.

Por isso, o Be On é uma ferramenta que auxilia efetivamente a todos os cidadãos no quesito de segurança preventiva, permitindo que cada um possa saber com precisão a realidade e os riscos existentes em cada ambiente em que seus usuários frequentem diariamente ou esporadicamente.